Notícias

O problema da paralisia facial central

M.E.G.V, sexo feminino, 79 anos, veio encaminhada para avaliação vestibular devido a queixa de desequilíbrio e sensação de tonteira rotatória nos últimos quinze dias.

Na ectoscopia apresentava discreta paresia da mímica facial do lado esquerdo sem, contudo, envolver o andar superior da face.

Veja o vídeo abaixo:

Diferente da paralisa facial periférica que compromete toda uma metade da face, na paralisia facial central, os sinais são mais sutis e o andar superior da face é poupado.
Isso ocorre pelas subdivisões existentes no núcleo motor do facial no tronco cerebral.
O segmento superior do núcleo motor do facial inerva o andar superior da face, e somente essa parte superior recebe projeções de ambos os hemisférios cerebrais. Sendo assim, no caso de uma paralisia com topodiagnóstico central, a musculatura dependente desse segmento superior do núcleo não será comprometida, pois receberá projeções do hemisfério contra-lateral.

Veja a figura abaixo:

Explicação

Como a suspeita é de lesão central, outros achados foram encontrados nessa avaliação otoneurológica.
Nistagmo semi-espontâneo central.
Supressão alterada do reflexo vestíbulo-oculomotor.
Efeito inibidor da fixação ocular prejudicado.

Nistagmo semi-espontâneo (Gaze Test): vertical superior na mirada para cima.

Veja o video:

Supressão alterada do reflexo vestíbulo-oculomotor:

Efeito inibidor da fixação ocular prejudicado:

Calorica

Outras estapas do teste vestibular:

Sacadas:

sacadas

Rastreio:

rastreio

Optocinético:

opto

Prova rotatória pendular decrescente:

prpd

O estudo de angio-ressonância magnética do crânio revelou lesão com discreto efeito expansivo, sinal elevado em T2 e FLAIR, levemente hipointensa em T1 sem restrição a difusão, com intenso realce após contraste venoso, comprometendo predominantemente a porção dorsal da ponte, bulbo e uma área focal do pedúnculo cerebral a esquerda, respeitando a rafe mediana. Considerar como principal hipótese diagnóstica lesão isquêmica do tronco, de provável natureza subaguda, justificando a ausência de restrição na sequência ponderada em difusão e o realce exuberante (perfusão luxuriante).

Essas imagens selecionadas são as imagens ponderadas em T2, pois são as que melhor demonstram a lesão:

IMG-0022-00001

IMG-0018-00001

IMG-0020-00001

Area Focal no Pedúnculo Cerebral:

IMG-0016-00001

Só houve comprometimento do tronco cerebral a esquerda, sugerindo o diagnóstico de lesão isquêmica.

Paciente foi internada no mesmo dia.

Centro: Rua Debret, 23 / Salas 1216 e 217 Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP 20030-080
Telefone: (21) 2544-2035 (21) 2544-2036
Copacabana: R. Barata Ribeiro, 391 - Sl. 909 Copacabana, Rio de Janeiro - RJ CEP 22040-001
Telefone: (21) 2236-3458 e 22354207
Site desenvolvido por: Magno Dal Magro e João Gabriel