Notícias

A importância do VEMP nos tumores da orelha interna

Sistematizar uma rotina de exames cócleo- vestibulares instrumentalizados é uma boa conduta para diagnósticos precoces.
Sempre estudar:
1) os receptores cocleares e o nervo coclear,
2) os canais semicirculares
3) as estruturas otolíticas.
Nesse caso de uma paciente do sexo feminino de 78 anos, da rotina de exames realizada, a ausência de resposta no Vemp cervical foi determinante para um estudo com foco na via sáculo/nervo vestibular inferior.
O estudo de ressonância das mastoides (fiesta axial e T1 axial pós contraste) confirmou a presença de um schwannoma de 0,2 cm na porção profunda do canal auditivo interno direito, adjacente ao modíolo coclear, contactando o nervo vestibular inferior desse lado.
seta branca: schwannoma.
seta vermelha: nervo vestibular inferior.
seta azul: nervo coclear.
Os sintomas dessa paciente são zumbido há cinco anos (do lado oposto = esquerdo) e episódios rápidos e esporádicos de tonteira.

1

axial t1 3d pos contraste 4

fiesta axial (2)

FIGURA

FIGURA2

Centro: Rua Debret, 23 / Salas 1216 e 217 Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP 20030-080
Telefone: (21) 2544-2035 (21) 2544-2036
Copacabana: R. Barata Ribeiro, 391 - Sl. 909 Copacabana, Rio de Janeiro - RJ CEP 22040-001
Telefone: (21) 2236-3458 e 22354207
Site desenvolvido por: Magno Dal Magro e João Gabriel